Crianças Índigo Ou Transição Planetária ...

http://www.evoluindo.org/images/basics/tops/179.jpg

 

 

 

 

Os índigos são em sua realidade nua e crua Espíritos que vem de outros mundos e/ou dimensões para encarnar aqui na Terra com o propósito de trazer uma grande revolução para a humanidade terrestre.
São mais evoluídos do que a maioria dos seres humanos daqui, mas NÃO SÃO seres puros como muita gente vem acreditando. Eles são o próximo estágio na evolução. São contestadores, não gostam de autoridade, preferem fazer as coisas de seu jeito, são práticos, gostam de destruir o que está pronto para refazer de seu próprio jeito. Possuem uma carga energética forte, são intensos, tudo é muito grande e muito forte para eles, a dor é muita dor, a raiva é muita raiva e o amor é muito amor.
As características que os índigos trazem vêm ao encontro do que o nosso planeta necessita nesse momento: uma grande reforma. Da estrutura familiar a escolar, dos relacionamentos amigáveis as empresas, tudo passará por mudanças estruturais. As formas e formalidades que conhecemos hoje mudarão completamente.
O padrão de governo irá mudar de autoridade para liderança. Lembrem-se de que toda reforma trás alguns transtornos, a poeira sobe, a bagunça acontece para que algum tempo depois uma estrutura melhor e mais bonita aconteça. Não será diferente por aqui. Podemos dizer que os índigos são os grandes empreiteiros desse processo.
Os índigos vieram para derrubar as barreiras desse autoritarismo, vieram abrir as portas para os que ainda virão a governar o nosso planeta, o que já se rotula como “cristais” que são o próximo passo na evolução após os índigos.
Muitos acreditam que os índigos não trazem cargas cármicas e isso não é verdade, eles não são a pureza do Espírito ainda, as crianças cristais é que trarão essa aura mais pura sendo elas as crianças plenas de amor, que não conhecerão a raiva e a violência. Algumas poucas começaram a encarnar neste momento para abrir caminho para as que virão, assim como fizeram os adultos índigo de hoje, abriram espaço para as crianças índigo de hoje.
Os índigos SE BEM ENCAMINHADOS NA EDUCAÇÃO farão a transição para cristal aqui na Terra mesmo.
As crianças índigos chegam aqui na Terra sem entenderem nosso comportamento, nossas estruturas e principalmente nossos valores de BEM e MAL, de CERTO e ERRADO, para eles não existe diferença entre prática e teoria, de onde eles vêm à hipocrisia não existe, logo eles não entendem quando o pai diz que violência não é bom, mas grita com ele. Ele irá reproduzir o que foi feito e não o que foi falado. Se assistirem desenhos que o bem agride o mal ou que é necessário matar para vencer é o que eles vão entender como certo, pois É O QUE ELES ESTÃO VENDO NA PRÁTICA.
O conceito moral e espiritual de bem é muito mais que isso, todos os grandes líderes espirituais e grandes mestres iluminados que passaram por aqui e que nós (digo toda a humanidade) acreditamos em suas acções e palavras e os seguimos até hoje, nos mostraram que o bem é AMOR e que o amor não agride, mas COMPREENDE, espera, acalma e acima de tudo é capaz de domesticar até o mais feroz dos animais.
O que essas crianças vêem e lêem é muito importante. Por isso repetimos que o amor e a compreensão é a melhor forma de educação. Precisamos encaixar essas crianças nos padrões corretos de entendimento para que o plano de evolução do planeta terra funcione. Se os índigos não forem para o caminho do amor e da iluminação eles irão para o caminho da dor e escuridão e o que foi planejado para eles e para toda a nossa evolução não dará certo.
SEMPRE LEMBRANDO de que NEM ÍNDIGO NEM CRISTAL são superiores ou inferiores a ninguém.
Arregacemos nossas mangas e ensinemos a essas crianças conceitos verdadeiros para transformar de verdade nosso planeta num lugar onde a tranquilidade, o amor e a luz sejam constantes e reais, essa é a nossa grande oportunidade. Vamos ser adultos responsáveis, educadores e colaboradores do novo mundo.
Muita luz a todos.
Pelo Espírito Pierre, canalizado por Regina e descodificado (transcrito) por Simone.

 

 

 

 

 

 

Transcrito e em partilha por Voz do Vento...

 

 

publicado por Voz do vento às 22:31 | comentar | favorito